LINHAS QUE SE CRUZAM

Por David Rodrigues

Pôster promocional: Divulgação

Dirigido por Henry Alex Rubin, o filme “Os Desconectados” (Disconnect, no original), narra três histórias paralelas, porém ambas relacionadas entre si por meio de cruzamentos que acontecem nas vidas dos personagens apresentados e da temática explorada: os efeitos do uso excessivo desses indivíduos em relação às tecnologias. Além disso, a trama traz ainda subtemas como cyberbullying, crimes de fraude e roubo de dados e pornografia infantil disseminada em rede.

Na primeira delas, uma jovem jornalista chamada Nina Dunham inicia uma reportagem sobre um esquema de aliciamento de menores de idade que se exibem na webcam em troca de dinheiro, milhas áreas, eletrodomésticos, entre outras coisas. Durante o processo, ela conhece Kylie, um desses jovens, que passa a ser sua fonte primária nesse caso. Sua reportagem tem uma repercussão inesperada, maior da que foi imaginada, e o FBI procura sua emissora para a repórter colabore nas investigações. Apesar de em um primeiro momento, Nina aparentar ser uma profissional inescrupulosa, que não mede esforços para conseguir aquilo que deseja, ela desenvolve empatia por Kylie, tentando tirá-lo daquela situação até o último instante possível
do longa metragem.

Na segunda história, um casal, Cindy e Derek, tenta superar a perda de seu filho que morreu ainda bebê por causa de leucemia. Enquanto o marido gasta seu dinheiro em sites de aposta, a mulher conversa com um perfil em um grupo de apoio online. Durante a narrativa, a falta de comunicação e contato entre os dois fica evidente e acaba piorando quando eles são vítimas de um crime de fraude, ao ter seus cartões clonados e conta negativada. Após contratar um detetive particular especialista em crimes cibernéticos e obter o suposto endereço do criminoso, Cindy e Derek partem em busca de justiça, na tentativa de reaver o dinheiro perdido, e aos poucos, restabelecem a conexão que fora perdida.

Na última história, dois adolescentes, Jason e Frye, criam um perfil feminino falso chamado Jessica Rhony no Facebook para interagir com outro adolescente de sua escola, Ben Boyd. Em uma dessas interações, a suposta garota lhe envia uma foto nua e pede uma dele em troca. Depois de enviar a imagem, os outros dois adolescentes a liberam para todos os alunos da escola. Ben, não conseguindo lidar com aquela situação de bullying, comete uma tentativa de suicídio e acaba em coma. A partir disso, a forma como seus pais e sua irmã enfrentam essa situação é explorada nessa fase em que ele está hospitalizado.

Os Desconectados é, portanto, não apenas sobre a facilidade com que as tecnologias possibilitaram contato com outras pessoas e os efeitos e perigos disso, mas também sobre como elas alteraram e continuam alterando as interações e relações humanas, distanciando pessoas que estão do nosso lado como pais e filhos ou um casal.

Anúncios