PARA LER OUVINDO

Por José Elias Mendes

Nossos corpos são como discos de vinil, que são gradualmente desgastados a cada vez que os tocamos. Eles carregam as cicatrizes de nossas jornadas pela vida como uma partitura. Se eles são tratados, abusados, adorados, atraídos, mimados ou tocados inúmeras vezes, eles nos oferecem formas alternativas da visão externa e interna de nós mesmos – assim como as músicas que gostamos de ouvir.

A ciência comprova que a música influencia efeitos dos mais diversos sobre nós e ela representa um poder sobre os corpos. A experiência musical, apesar de abstrata e efêmera, ultrapassa tudo que podemos imaginar e chega a tornar-se física, estimulando até mesmo a produção de hormônios.

Por outro lado, o corpo – seja masculino, feminino ou outro – sempre foi um dos temas preferidos da produção musical mundial. Das mais diversas interpretações, o corpo é uma constante na música e, para embalar a leitura da Nós #7, preparamos uma playlist especial inspirada pela temática. Assim como nossa revista não ambiciona esgotar um tema ao seu limite, nossa seleção musical também não. Escolhemos algumas das composições que exploram o corpo humano em suas letras sob variados olhares e te lembram que “você é bonito, não importa o que eles digam”.

P.S.: Ao dar o play, você vai precisar de uma conta no Spotify. Se ainda não tiver uma, você cria com um clique através da sua conta no Facebook.😉

Anúncios