QUERIA ESTAR MORTA

Por Paulo Porto

Foto: Reprodução / Playbuzz

Diferente do que se ouve no rádio, as músicas da cantora Lana Del Rey causam estranhamento em algumas pessoas e, desconhecendo o verdadeiro significado das canções, elas acabam rotulando o seu trabalho como mórbido. Hoje com 30 anos de idade, Lana ficou conhecida por suas músicas melancólicas e letras depressivas. O estilo vintage da garota conquistou destaque e ela acabou se diferenciando de outras artistas atuais. O som nostálgico e as referências visuais dos anos 1950 e 1960 a tornaram uma pin-up da nossa geração.

No seu primeiro grande sucesso já era possível presenciar a escuridão em suas composições e boa parte da obra de Lana Del Rey diz respeito aos tempos difíceis de sua vida: dependência do álcool, grandes perdas e desilusões amorosas. O disco de estreia “Born to Die” vendeu mais de 7 milhões de cópias no mundo.

Em junho do ano passado, em entrevista ao The Guardian, jornal britânico, Lana foi questionada sobre seus ídolos e, ao citar Kurt Cobain e Amy Winehouse, revelou que era possível ver glamour na morte e que “queria estar morta”. Em pouco tempo, a expressão viralizou no Brasil e se tornou um dos memes mais repetidos do ano  pelos mais diversos motivos, todos queriam estar mortas.

Fontes: TagIt / Gerador de Memes / elo7 / NerdIT

Em seguida, a cantora se retratou com os fãs e explicou o porquê de sua declaração. Segundo Lana, o jornalista Tim Jonze fez perguntas de forma estratégica, conduzindo Lana a declarar tal desejo e lamentou a fé que depositou no jornal. “Eu me arrependo de ter confiado no Guardian”, disse ela em seu perfil no Twitter.

Se a vontade de morrer é verdadeira ou não, só Lana pode saber. Contudo, a frase se uniu com a sua voz calma, com seu som frio e reforçou ainda mais o vínculo de seu nome com universo da morte. O lado ruim disso é que as pessoas passaram a enxergar somente essa característica no seu trabalho, como se a cantora fosse obcecada pelo falecimento, como se o fim da vida fosse um evento fascinante. A forma romântica como a cantora expressa suas tristezas nem sempre diz respeito ao fenecimento. Lana nem mesmo cita a morte em suas músicas, exceto pela faixa “Born to Die” onde ela canta  que “nós nascemos para morrer”. Ouça a canção:

Fonte: Lana Del Rey VEVO


Novo trabalho

No último dia 18 de setembro, Lana del Rey lançou seu mais novo disco, “Honeymoon“, que tem sido alvo de críticas mais que positivas e um sucesso entre os fãs. O álbum conta com 14 faixas inéditas e carrega um fato curioso: fãs mais espertos decidiram ligar para o número de telefone que aparece em sua capa e, imagine a surpresa!, a própria cantora os atendeu.

Lana Del Rey

Foto: Reprodução / Fã Depressão

Anúncios